Raji: An Ancient Epic traz uma aventura diferente.

Raji: An Ancient Epic traz até nós a história de Raji. Nada mais nada menos do que a designada pelos deuses para contar uma invasão demoníaca na terra. Tudo, é claro, com suas devidas referências ligadas a cultura indiana. O estilo do game realmente da uma variada no que estamos acostumados a ver por ai. E por isso, vale a pena conferir.

começo

Raji e Golu

No controle de Raji, a introdução é uma história de cortar o coração. Raji e seu irmão mais novo Golu trabalhavam em uma espécie de circo, até a invasão demoníaca chegar. Um dos demônios leva Golu de sua irmã, ela então, sai em busca dele, e logo logo recebe ajuda dos Deuses em sua caminhada.

O game te mostra uma porção de combos logo de cara, no que diz respeito a combate, é necessário dominar a esquiva e o timming para levar a melhor sobre os oponentes. E ainda, no controle de Raji, exploramos os mapas no melhor estilo Tomb Raider (ou uncharted). Ou seja, pulando quase de galho em galho para acessar a próxima área. Felizmente, tendo trabalhado na corda bamba, Raji é perfeita nisso.

combate

Além da exploração e combate, em alguns momentos, vai ser necessário resolver certos enigmas para avançar pelo game. Por isso, vale a pena ficar atento aos itens pelo cenários com os quais podemos interagir. Um desenho no chão, por exemplo, pode ser mais do que parece.

puzzles

Ajuda dos Deuses

A medida que o jogo avança, os Deuses narram sua história. E ainda, com direito a legendas em português. O jogo ainda conta com suporte tanto para controle quanto para teclado, e mesmo ao usar o teclado, funciona tão bem quanto possível. A trilha sonora e arte, incorporam o estilo indiano fielmente, e ajudam a criar uma atmosfera que combina completamente com o game de aventura.

puzzle 2

Por fim, o jogo parece realmente muito interessante, e apresenta ótima jogabilidade. Então se você ainda não se convenceu, pode assistir, abaixo, a primeira meia hora do game e ver por si só. E que tal olhar outros games sensacionais por aqui?

Compartilhe isso:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *